#memededez – Superstições de Fim de Ano

Óia nóis aqui traveis!

Então o final do ano chega. Roupas brancas everywhere e você sempre soube que o preto lhe caiu melhor. Calcinhas amarelas que você vai usar uma fucking vez no ano porque acha DETESTÁVEL a combinação dela com seu tom de pele, além do tecido brilhante que abafa tudo e te deixa desconfortável. Pular ondas, e você não tem paciência pro mar. Comer romã e lentilha que se supervalorizam nessa época.

Não, eu não sou chata, só to falando de coisas que acontecem muito comigo. Por isso não uso branco com frequência – mas também não uso preto, senão dá briga com a mãe. Detesto desconforto em relação a roupas íntimas – e nem tenho porque me preocupar em ficar sexy (por enquanto, to na pixxxxxta pra negócio). E não curto mar no geral – criada nas montanhas, amo cachoeiras e água doce e gelada.

Justamente por todas essas coisas eu tive que criar minhas superstições. E meus costumes. São coisas tão minhas que dizem um tanto sobre como sou. E ai que vou dividir aqui, o que não é exatamente segredo pra quem me conhece, mas vai saber quem lê isso aqui e nunca me viu né?

  1. Uma música: todo ano, desde que comecei a realmente me interessar por música, eu escolho uma música para ser a música do ano. Uma música normalmente alegre, com letra forte. Já tive várias, mas as mais bacanas foram “De ontem em diante” e “Don’t rain on my parade“. Funciona pra manter o item seguinte;
  2. Um mote: desde que li trechos do rpg “Vampiro: A máscara” tenho uma fixação por motes. São frases que uso pra me inspirar no ano que virá. Não raro são de músicas, mas quase nunca são das músicas do ano. Isso porque adoro mais de uma música, ai tinha que arranjar espaço pras duas.;
  3. Um amigo: sempre viro o ano com minha melhor amiga. Desde que a gente se conhece. E a gente mantém essa tradição. Sempre ajudou os anos a serem melhores e a passar o mesmo cercada de gente bacana;
  4. Família: o natal eu posso passar na zona, mas o ano novo eu viro com minha família. Sempre. Me ajuda a entender que, por mais que as coisas mudem, eles são ponto fixo no meu espaço-tempo. E isso, pra alguém que gosta de certa estabilidade, faz toda diferença;

Agora, se vocês querem saber de ceia, nada supera uma boa lentilha com leitoa assada no ano novo. Nem o frango caipira do natal consegue bater a combinação anterior. Ah, e claro, mousse de uva com calda de vinho tinto.

“Este post faz parte do Meme de Dezembro, uma iniciativa das interneteiras do LuluzinhaCamp, que tem como única intenção, a diversão. Porque somos blogueiras e adoramos blogar, simples assim. Se você tem blog, corre para participar, clique aqui e saiba mais.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s