Resenha – Iain Archer em “To the pine roots”

Olá Pessoas!

Hoje venho comentar de mais um cd de folk que roda pela rede. “Oras, e qual a diferença desse para tantos outros que nos são oferecidos?”, vocês me perguntam. E eu respondo com total sinceridade que eu jamais esperaria por esse cd, visto que ele foi feito por um ex-snow patrol. Oh, sim, meus caros leitores, temos agora a prova via de que o folk está tomando o mercado e a mente dos músicos indies/alternativos. Na verdade o sr Archer faz seus cds desde 1995 e, agora, resolveu apostar as fichas desse 2009 que mal começou no cd “Standby”. Vamos então ver o que nos espera, ok?

O cd inicia sem grandes surpresas na faixa “The Acrobat”. De voz suave, violão dedilhado e bem ritmado e um instrumento que suspeito ser a escaleta, essa música carregua aquele ar calmo dos folks recentes, como Kings of Convenience (não que o som lembre a banda exatamente, é só uma menção aos “novos” folks). Seguimos para a segunda música, “Songbird”, onde encontramos um violão levemente mais sujo de base com um riff baixinho. Ou eu creio que seja um riff de violão, não sei, poderia ser as notas mais agudas de um piano também. Menos dedilhada que a primeira e mais gostosa de se ouvir, pelo menos na minha opinião. A terceira trilha é mais triste e leva o nome de “Black Mountain Quarry”. Ou melhor, ela gera mais ansiedade com o ritmo dela. Pela primeira vez no cd a bateria aparece claramente e com certo destaque, fazendo dessa faixa uma música levemente mais agitada que as anteriores. “Hey Mia, don’t be lonely” é a nº 4 desse cd, e vem carregada de melancolia com o violão dedilhado, transmitindo bastante emoção e dando vontade de ficar numa casa de campo vendo o pôr-do-sol. A voz de Iain parece estar mais rouca, o que dá um ar ainda mais gostoso para a obra. E chegamos a metade do cd, que só tem nove músicas, com “Everest”, com todos seus oito minutos de duração. Puro violão no começo, a bateria entra depois do primeiro meio minuto. A música segue agregando seus componentes, e mantem a cadência. A voz dele fica ótima nessa faixa, agregando progressivamente mais energia a toda composição. Na metade da música, um momento de calmaria para um solo de violões (deveria ser um violão só?), que vai alternando o volume ficando mais ou menos intenso. A força volta com a voz de Archer e tudo termina numa grande e empolgante melodia.

Passamos para a sexta faixa, “Frozen Lake”, e o rapaz se arrisca em um pouco tons mais agudos que os anteriores. Boa proposta, ainda mais quando acompanhado levemente de o que eu diria ser um sintetizador ao fundo. Ok, sintetizador e folk normalmente não combinam, mas acho que foi isso que aconteceu. A união do elétrico com o violão, mais uma vez. Violoncelos aparecem de fundo, com alguns violinos. Sétima música, “Streamer on a kite”, tem o ar mais country-folk de todo cd até agora. Lembra bastante aquela coisa do velho oeste, dando até pra imaginar aqueles velhos cowboys cavalgando e viajando enquanto levam a boiada por ai. Ou isso ou minha imaginação anda muito fértil. Me parece existir ai também um orgão. Enfim, penúltima música, “To mend and move along”. Aquela carinha de música folk típica. Violão e voz bem suaves, quase dá para dormir com a linda cítara ou harpa do fim da faixa. E terminamos com “The Nightwatchman”. Violão com lindas e destacadas trocas de baixo, uma voz levemente mais grave do que o usado no resto do cd. Parece que ele está sentado ao redor de uma fogueira contando histórias para crianças.

Como comentário geral, temos aqui 40 minutos de um folk bem trabalho e sem as “sujeiras” sonoras no violão que, alguns podem dizer, caraterizam o estilo desde sabe-se lá quando. A aposta de Iain Archer não é em vão e aparenta sim ter grande chance de futuro. No myspace tem três das nove músicas e, pelo visto, nada de downloads.

MySpace – Iain Archer

“But my heart it never breaks / It just beats on despite the ache / And the day I touch you and make you see / Broken well be / You and me” (Canal Song – Iain Archer)

See ya later

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s