Resenha – Black Kids em “Partie Traumatic”

Oláááááá povo!

Vamos falar hoje de uma banda que conheci pela MTV (apesar de ter visto alguns comentários antes) e pela qual ando apaixonada: Black Kids. Mais uma banda que se auto-classifica como Indie. Tinha tudo para ser mais do mesmo, mas vamos a resenha faixa-a-faixa e vocês vão me entender e saber porque não considero que seja “mais do mesmo”.

Ah, antes de começarmos, devo dizer que a temática das letras pareceram fugir um pouco do indie (pelo pouco que observei) e estarem mais para o power-pop. Porém, só a letra. Agora sim podemos começar.

O álbum começa com a animada “Hit the heartbreakes”, que tem uma guitarra legal e apresenta os sintetizadores na banda. “Partie Traumatic”, faixa título do álbum, parece contar com um sintetizador que lembra o teremin (se não contar com o próprio teremin). A bateria se destaca também. A terceira faxa é a agitada “Listen to your body tonight”, que nem tem introdução direito e tem como vocal principal uma das meninas da banda. A quarta música é “Hurricane Jane”, sendo bem calminha se comparada as três anteriores. Digamos que ela tá prum clima mais de barzinho que de balada, apesar de ficar agitadinha do meio pra frente. “I’m Making Eye at You” começa calma mas agita antes do primeiro minuto de música. Claro, não é tão agitada quantos as anteriores, e se assemelha bastante ao que vemos no indie atualmente.

Estamos na sexta faixa, ou seja, começo da segunda metade do cd. Esta faixa de chama “I’ve underestimated my charm (again)”, e eu senti uma leve dose de irônia nesse título. Adoro quando brincam com as músicas, mas enfiiim, vamos falar da música em si. Teclado cheio de efeitos, bateria bem marcada e guiatarra apagadinha. Notem que não falo do baixo, porque ele simplesmente cumpre sua função (pelo menos até agora) no Black Kids. E agora, a minha favorida: “I’m not gonna teach your boyfriend how to dance with you”. Animada, mas o que chama atenção nela é a letra, que começa com Reggie Youngblood cantando a seguinte frase: “You are the girl that I’ve been dreaming of ever since I was a little girl“. Um Homem dizendo isso é no mínimo engraçado. Além do clipe da música ser divertidíssimo. A oitava é a “Love me already”, que traz pra mim uma pitada de disco music bem forte, e que se eu fosse num show deles cantaria sem medo. A penúltima música, “I wanna be your limosine”, tem uma cara de um mix bem feito de Franz Ferdinand e Cansei de Ser Sexy, com os sintetizadores muito bem arranjados. E o cd fecha com “Look at me (when i rock wichoo)”, com clima de guiatarras misturado com disco music que dá vontade de sair dançando…

Ok, fica provado nesse primeiro cd que o Black Kids é uma linda promessa num cenário que está começando a se desgastar (para meu desespero). O MySpace conta com 6 músicas, e todas valem a pena.

MySpace – Black Kids

“Every time we kiss / It’s like an inside joke / I always miss. / Our love is like a tug-of-war.” (I’ve underestimated my charm (again) – Black Kids).

See ya later

Um comentário sobre “Resenha – Black Kids em “Partie Traumatic”

  1. Black Kids o/

    Muito bom o post, e valeu pela dica de banda.

    “I’m not gonna teach him how to dance with you.
    He’s got two left feet and he bites my moves.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s